As peças vão ficar suspensas em vitrines lineares, vistas de fora sem causar aglomeração, o que era comum no layout anterior, quando era possível entrar no stand.

A 60a edição, já chamada de “super salão”, será de 5 a 9 de setembro e de forma presencial. Para que isso fosse possível, garantindo medidas de segurança em meio à pandemia, um time multidisciplinar se uniu em pesquisas e modificou totalmente o layout usado por anos. Agora, ao invés de stands dispostos em metros quadrados, onde visitantes entravam para conhecer os lançamentos, expositores usarão vitrines lineares. Nessas paredes paralelas, as peças vão ficar expostas de forma suspensa, formando corredores por todo o pavilhão. Em relação aos espaços públicos, áreas com muita vegetação e restaurantes com food design. (veja fotos de renderings). Em mostras, a Compasso D´Oro terá peças de designers premiados ao longo de décadas. “Será uma edição que entrará para a história por sua inovação”, disse o curador, arquiteto italiano Stefano Boeri.


 Pequenas ilhas/lounges dispostos nos corredores, formados pela disposição linear de vitrines, serão usados para reunião de negócios. Portais inseridos nos blocos levam de um corredor a outro.

Nas áreas comuns, assentos variados favorecem o distanciamento.

Fonte: www.salonemilano.it

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *