“Como viveremos juntos?” Quando o tema da A 17ª Mostra Internacional de Arquitetura da Bienal de Arquitetura de Veneza – que acontece até 21 de novembro – foi escolhido meses antes do início da pandemia, não era possível imaginar a ironia do momento. Ao pensar no mote, o arquiteto e curador, Hashim Sarkis, queria provocar o segmento sobre questões sempre atuais: a crise climática que se intensifica, deslocamentos massivos de população, instabilidades políticas em todo o mundo e crescentes desigualdades raciais, sociais e econômicas. “São situações que nos levaram a esta pandemia e tornaram-se ainda mais relevantes. Pedimos aos arquitetos que imaginem espaços em que possamos viver juntos com generosidade”.  A Bienal reúne instalações de 110 participantes de 46 países. A arquiteta italiana Lina Bo Bardi, naturalizada brasileira, foi homenageada com o Prêmio Leão de Ouro por Realizações em Vida (in memoriam). Para Sarkis, a criadora do Masp e outros projetos incríveis sempre soube colocar em prática a visão de coletivo.

https://www.labiennale.org/en/architecture/2021

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *