POR VIVIANE FREITAS

É no quarto que renovamos nossas energias diárias. Nada mais indicado, então, que o ambiente seja o principal refúgio de conforto da casa. Afinal, as oito horas de sono indicadas pelo especialistas, somadas ao tempo dedicado à leitura, meditação, ou até mesmo a assistir à televisão, fazem dos quartos o lugar mais usufruído da casa. Apostar  em itens ergonômicos, texturas e cores que tragam total relaxamento é ideal. A seleção de nove suítes exibidas aqui mostra como um projeto bem orquestrado é essencial para unir funcionalidade é aconchego. A escolha do matiz ou revestimento de paredes; a especificação da cama e do colchão; a iluminação correta; a posição de equipamentos eletrônicos. Além, é claro, da finalização do conjunto com elementos decorativos, que conferem a beleza e personalização necessária, é o que vai tornar a área íntima única. Instalação de tecnologias de automação e climatização, como ar-condicionado, piso aquecido, como aliados de tapetes e roupas de cama quentinhas, são outros quesitos da lista, principalmente no inverno quando sair do quarto é que se torna o principal desafio! “A intenção do projeto é trazer a natureza para dentro de casa – um ambiente onde as famílias tendem a passar cada vez mais tempo. Esse conceito de ressignificar as moradias e trazer mais vida para os lares impactam diretamente na qualidade de vida das pessoas”, explica a arquiteta Carol Bollmann, sobre a sua proposta mostrada a seguir.

SUITE ARQUITETA PRISCILA MULLER – FOTO EDUARDO MACARIOS

A arquiteta Priscila Muller foi além no tópico aquecer e incorporou uma estonteante lareira a álcool ao quarto de 36m². O espaço equilibra traços clássicos e modernos, como a parede de boiseries tom cinza que contrasta com o criado-mudo, num agradável ton sur ton. Destaque para o volume da lareira de mármore italiano Calacatta Vagli e para o piso de limestone Monclair, ambos da NPK. Os detalhes de madeira quebram qualquer frieza e dão sensação de acolhimento.

SUITE ARQUITETA PAOLA RIBEIRO

Na mesma linha, a lareira escolhida pela arquiteta Paola Ribeiro, para a Suíte do Casal, da mostra Casa Na Toca virtual, fica suspensa no espaço. Com pé-direito duplo, traz a estampa do papel de parede da Occre como um jardim estilizado. A paleta de tons, que vai do cru ao verde oliva, é revelada nos tapetes sobrepostos da Hathi e nas cortinas de linho. Telas de Walmor Correa ladeiam a cama, reforçando o clima botânico, delicado e leve do espaço. Móveis Way Design e Arquivo Contemporâneo.

SUITE POLIDO ARQUITETURA

A aposta monocromática do escritório Polido Arquitetura para a suíte do casal é revelada pelos painéis em laca branca que revestem paredes e compõem os armários. O carpete feito sob medida sobre piso aquecido, bem como o couro da poltrona Re-Vive e da cama Piuma, ambas da Natuzzi Itália, conferem mais calor. Desenho do escritório, os criados-mudos de tamanhos diferenciados combinam a laca alto brilho com pés e puxadores cromados. Sobre o da direita, luminárias de cabeceira de design Meteorite, da Artemide.

SUITE MAYRESSE ARQUITETURA

Revelando um tendência bem contemporânea, a suíte criada pela Mayresse Arquitetura integra o quarto e o banheiro do casal. A bancada com pia fica livre, sem paredes, já a área molhada é isolada por portas camarão de grápia que, quando fechadas, ficam mimetizadas aos painéis de mesmo estilo ripado que revestem a parede. Duas cabeceiras personalizam a cama: uma de palhinha que estende sob as mesas laterais e abraça a menor, de módulo estofado.

SUITE ARQUITETA CAROL BOLLMANN

O conceito livre que une a sala de banho ao quarto também foi usado pela arquiteta Carol Bollmann, só que agora para projetar uma suíte com jardim interno instalados no ambiente reduzido e sustentável de um container.  O porcelanato Violin Decor, com textura e cor de madeira em formato levemente canelado, da Portinari, reveste piso e sobe pelas paredes e teto, delimitando a área de dormir, que tem banheira esculpida em porcelanato Lanquin.

SUITE OSVALDO SEGUNDO ARQUITETOS ASSOCIADOS

Espaço projetado pela Osvaldo Segundo Arquitetos Associados para a CasaCor SC 2021, o Quarto Suna, que em japonês significa areia, busca materializar um local destinado ao descanso e à sensação de calma e fluidez. O carpete demarca a área de descanso e convida o caminhar sem sapatos. Ao lado da cama, uma grande escultura formada por raízes residuais de uma árvore de imbuia completa as diferentes texturas amadeiradas que conceitualizam o tem de Casa Original. A Cama Orgânica, criação autoral  do escritório para a colchões Reveev, é a estrela do ambiente. Suas linhas arredondadas, fluidas, e seu tecido felpudo remetem às formas essenciais da natureza.  O teto ripado lembra painéis japoneses Shōji.

SUITE DESIGNER DE INTERIORES MARILIA DA VEIGA – FOTOS DANIEL VEIGA

Nada mais grandioso para compor os aposentos de um apartamento de 1200m² – considerado o maior em metragem na cidade de São Paulo –  do que a amplitude e majestade reveladas na suíte do casal e da filha. No projeto da designer de interiores Marília Veiga, a suíte máster conta com uma cabeceira de módulos estofados que toma praticamente toda a parede, além de um estar íntimo com a dupla de chaises. No quarto da menina, o estilo montessoriano foi aplicado. Tons de rosa dão o ar delicado e romântico. No papel de parede da Orlean, estampa vibrante com cores predominantes, como o rosa antigo do tapete By Kamy. Para iluminar, lustre de cristal da Puntoluce.

SUITE ANA PAULA FREITAS – FOTO GABRIEL KONRATH

Um conjunto de elementos, como piso de madeira natural colocação escama de peixe, painel de madeira, além de cortina de tecido e tapete deixam a suíte do filho, concebida pela arquiteta Ana Paula Freitas, mais aconchegante. Painel ripado em melamina Louro Freijó e laca grafite formam a parede da cabeceira. Aos pés da cama, banco Canoe, de Marcelo Ligieri. Tapete kilim indiano da Artezan.

SUITE OLAA ARQUITETURA

A natureza é a protagonista nas suítes projetadas pela Olaa Arquitetura, onde cada dormitório com sala de banho é circundada pelo seu próprio jardim. O conforto térmico, acústico e a umidade relativa são pontos altos. As árvores filtram a luz natural e trazem a sensação de bosque. O projeto conquistou a categoria Architecture Single Residence do Americas Property Awards 2020/21. Bancada de quartzo branco.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *