POR VIVIANE FREITAS

Em outros tempos, teve quem chamasse a Casa Cor Paraná de “Casa Bege”, tal a predominância dos “tons pastéis” e a falta de ousadia em materiais, estilo e, principalmente, cores. Mas essa impressão há muito ficou para trás. Nos últimos anos, visitar a mostra tem rendido agradáveis surpresas. A 27a  edição, que vai até dia 17 de outubro, em Curitiba (PR), desafia o momento atual e vem apresentar o que é “A Casa Original”, tema nacional da franquia, pelos olhos de cada profissional participante. Com liberdade para criar e interpretar o mote a sua maneira, o resultado foram 39 ambientes repletos de pluralidade. O próprio endereço selecionado para implementar a mostra se mostrou um desafio: um centro poliesportivo desativado, onde até mesmo a enorme piscina, agora vazia, serviu de palco de ideias e propostas que levam em conta a qualidade de vida, a preocupação com a saúde e o convívio. “A disruptura ocorrida nesse período pandêmico fortaleceu ainda mais o cuidado e o envolvimento da CasaCor Paraná com as necessidades da sociedade. O mundo está mudando diariamente, muitas inovações foram antecipadas, a necessidade por adaptação aumentou e, por isso, apresentamos tendências que vão fazer parte da nossa vida de uma maneira leve e integrada, ampliando as possibilidades para viver bem”, diz Marina Nessi, diretora da franquia no Paraná.

Entre os aspectos observados este ano, destaque para novidades e características que se perpetuam cada vez mais na décor: A valorização de elementos naturais, como a terra e o verde. Tons terrosos, muita madeira (ambientes inteiros revestidos de paredes ao teto com painéis) e peças de memória afetiva. O verde também se faz presente com a natureza, que invadiu as casas para trazer a tranquilidade necessária no dia a dia; Luz, cores alegres e texturas. Com muita luz natural, que tem papel essencial nos projetos por ressaltar os espaços e colaborar com a economia de energia; Varandas valorizadas: na busca pela multifuncionalidade dos ambientes, as varandas passaram a ser opção de lazer e descanso. Na mostra, os profissionais investiram nesses espaços utilizando elementos sustentáveis, layouts diferenciados e a integração com outros ambientes e com a natureza; E, finalmente, o Work from home: o home office virou o novo sonho do brasileiro. Salas multiuso e mais privativas, com versões mais estruturadas, amplas, decoradas, iluminadas e prontas para seguir por horas de atividades.

A exemplo de outras feiras e eventos, a 27ª CasaCor Paraná também tem formato híbrido – ou seja, além da visitação presencial, oferece um suporte digital. Na versão online, em especial no Tour 3D, é possível conferir outros ambientes além destes que a Visual&Design compartilha aqui.

Pool Party, de Felipe Guerra (Foto Lucy Lima) Configurado dentro da piscina, foi pensado para abrigar todos os eventos dessa edição, por isso conta com uma grande arquibancada em formato de ilha e mobiliários soltos complementares. Mais do que decoração, a proposta é cenográfica! Grandes esculturas relembram elementos do universo das águas e a iluminação especial convida a todos para um mergulho lúdico para celebrar o reencontro e a vida.

Joalheria Autoral, de Alessandra Ramos e Renato Sabadin (Foto Gerson Lima) O design expresso na combinação da Arquitetura e na criação de joias de diferentes autores paranaenses. Destaque para o uso da madeira nos elementos vazados e no balcão de atendimento.

Estar Íntimo Duratex, de Alessandro Cavalcanti e Ricardo Makhoul (foto Gabi Gouveia) Uma ambientação rica em texturas eternas como madeira e fibras, sugerindo o reconforto de um abraço e a certeza do quão bom é ficar em casa com a família. A marcenaria em painéis domina o ambiente com um mesmo padrão formando mobiliário e revestindo paredes.

A Loja da Casa, de Anna Karolinna Venturi (foto Eduardo Macarios) O local foi projetado visando salientar as linhas orgânicas através das paredes curvas. Até mesmo o painel amadeirado do teto e as prateleiras se encaixam ao layout. Destaque para a iluminação que valoriza a bela seleção de objetos raros e únicos garimpados entre famílias curitibanas.

Meeting Point Divisystem, de Carlos Tietjen (foto Gustavo Mafra) Lounge para encontros pontuais, evidencia a utilização de revestimentos tecnológicos, como placas acústicas, para a definição do espaço. Destaque para a seleção de arte, criadas especialmente para a mostra, que incluem trabalhoscoloridos e diferenciados como telas e esculturas de Luiz de Souza.

Living Pormade, de Christian Schonhofen e Richard Schonhofen (foto arquivo pessoal) Espaço amplo, alto e iluminado permite mesclar funções com Home Theater, resultando um ambiente imponente, luxuoso, confortável e acolhedor. Várias peças foram especialmente desenhadas, tanto no mobiliário como nos tapetes, estofados e objetos assinados por artistas e artesãos de várias partes do país.

Gourmet Raízes by Evivva, de Claudia Pimentel Bueno e Raísa Bueno Ribeiro (foto Kelly Knevels) Os setores acontecem de forma circular, em torno da grande árvore central: living, gourmet/adega e home office. Destaque para a grande ilha, com balcão de costaneira de jazida – ponto para a sustentabilidade, já que normalmente essa parte da pedra é descartada – da Michelangelo Mármores. Os armários da Linha INO, da Evivva, têm frente de aço inox Quadro de Raísa Bueno Ribeiro.

Resto Café, de Cynthia Karas (foto Manoel Guimarães) Elegante e com ares de “garden”, revela o design biofílico e reconecta as pessoas com a natureza.

Jardim dos Chás, de Daniela Cerbatto e Rafael Cerbatto (Foto Lorenzo Bernardi) Mais uma vez a madeira na forma de painéis permite as possibilidades de inovar, aqui no recorte em arcos dos nichos de prateleiras e no balcão ripado que fica suspenso. As linhas românticas e a escolha de materiais, que inclui ainda pedra e veludo, são perfeitas para o conceito da loja de chás, porcelanas e acessórios de alto padrão.

Pool Party, de Felipe Guerra (Foto Lucy Lima) Configurado dentro da piscina, foi pensado para abrigar todos os eventos dessa edição, por isso conta com uma grande arquibancada em formato de ilha e mobiliários soltos complementares. Mais do que decoração, a proposta é cenográfica! Grandes esculturas relembram elementos do universo das águas e a iluminação especial convida a todos para um mergulho lúdico para celebrar o reencontro e a vida.

Joalheria Autoral, de Alessandra Ramos e Renato Sabadin (Foto Gerson Lima) O design expresso na combinação da Arquitetura e na criação de joias de diferentes autores paranaenses. Destaque para o uso da madeira nos elementos vazados e no balcão de atendimento.



Estar Íntimo Duratex, de Alessandro Cavalcanti e Ricardo Makhoul (foto Gabi Gouveia) Uma ambientação rica em texturas eternas como madeira e fibras, sugerindo o reconforto de um abraço e a certeza do quão bom é ficar em casa com a família. A marcenaria em painéis domina o ambiente com um mesmo padrão formando mobiliário e revestindo paredes.

A Loja da Casa, de Anna Karolinna Venturi (foto Eduardo Macarios) O local foi projetado visando salientar as linhas orgânicas através das paredes curvas. Até mesmo o painel amadeirado do teto e as prateleiras se encaixam ao layout. Destaque para a iluminação que valoriza a bela seleção de objetos raros e únicos garimpados entre famílias curitibanas.


Meeting Point Divisystem, de Carlos Tietjen (foto Gustavo Mafra) Lounge para encontros pontuais, evidencia a utilização de revestimentos tecnológicos, como placas acústicas, para a definição do espaço. Destaque para a seleção de arte, criadas especialmente para a mostra, que incluem trabalhos coloridos e diferenciados como telas e esculturas de Luiz de Souza.

Living Pormade, de Christian Schonhofen e Richard Schonhofen (foto arquivo pessoal) Espaço amplo, alto e iluminado permite mesclar funções com Home Theater, resultando um ambiente imponente, luxuoso, confortável e acolhedor. Várias peças foram especialmente desenhadas, tanto no mobiliário como nos tapetes, estofados e objetos assinados por artistas e artesãos de várias partes do país.

Gourmet Raízes by Evivva, de Claudia Pimentel Bueno e Raísa Bueno Ribeiro (foto Kelly Knevels) Os setores acontecem de forma circular, em torno da grande árvore central: living, gourmet/adega e home office. Destaque para a grande ilha, com balcão de costaneira de jazida – ponto para a sustentabilidade, já que normalmente essa parte da pedra é descartada – da Michelangelo Mármores. Os armários da Linha INO, da Evivva, têm frente de aço inox Quadro de Raísa Bueno Ribeiro.

Resto Café, de Cynthia Karas (foto Manoel Guimarães) Elegante e com ares de “garden”, revela o design biofílico e reconecta as pessoas com a natureza.

Jardim dos Chás, de Daniela Cerbatto e Rafael Cerbatto (Foto Lorenzo Bernardi) Mais uma vez a madeira na forma de painéis permite as possibilidades de inovar, aqui no recorte em arcos dos nichos de prateleiras e no balcão ripado que fica suspenso. As linhas românticas e a escolha de materiais, que inclui ainda pedra e veludo, são perfeitas para o conceito da loja de chás, porcelanas e acessórios de alto padrão.

O Quintal & A Arte, de Daniela Lopes Niederauer e Roberta Pfeiffer Jiraschek (Foto Cristina Scutti) Em tempos de revalorização dos espaços de relaxamento, escapamos para o ambiente externo e o quintal reconquista sua importância. Neste, uma estrutura metálica vazada, criada pelas profissionais, representa a flexibilidade da casa, tão buscada atualmente. O paisagismo traz o conceito sustentável e cultural, numa composição rica entre arquitetura, paisagismo e arte, com obras de Jefferson Santos.

Estar Íntimo, de Larissa Gomes (Foto Hanae Guimarães) Reúne home theater, brinquedoteca e cantinho para leitura. A madeira, agora em forma de elemento vazado, permite a setorização do local, e reveste o teto, a parede e compõem o mobiliário.

Suíte Relicário, de Larissa Lóh (Foto Daniel Katz) O grande móvel/estante que ocupa o quarto reúne um relicário de memórias, em peças de memória afetiva e arte, como as esculturas da Odda Design. Texturas e cores revisitam as origens e a natureza na busca por segurança e calmaria.

Living Las Condes Arauco, de Luana dos Santos, William Greboge, Carolina Leal Ribas e Denise Leal Ribas (Foto Paixão Foto Arte) O projeto propõe o retorno às origens, aos vínculos ancestrais, a valorização da própria história, e ao que é essencial e inato neste equilíbrio entre passado e futuro. Paredes revestidas com painéis que reproduzem o mármore.

Churrasqueira Gourmet Criare, de Mariana Paula Souza (foto divulgação) Uma churrasqueira gourmet com espaço funcional, sala de TV. Com a proposta de design biofílico, o ambiente conta com bastante uso de plantas e elementos naturais como painéis de madeira e palha. A ilha, feita de mármore preto Negresco Escovado (Gramarcal), é uma verdadeira escultura. Armários Coleção Átomo, da Criare, em lâmina natural de madeira e acabamentos laqueados cor Sand e padrão Duna, que simula o couro. Churrasqueira elétrica da Kaffer, 100% automatizada, tem sensor de temperatura das grelhas, espetos giratórios e controle por celular.

Lavabos Habitat, de Mery Barone, Paloma Albuquerque e Luciana Oliveira Wosch  (Foto Glaucon Hartman) Expõe questões que necessitam de atenção, como o desmatamento e queimadas que resultam na extinção de muitos animais e as abelhas tão importantes para a polinização. No hall há uma linha tênue evidenciada pela natureza com o jardim vertical, no teto nuvens em formato de colmeia e paredes pretas que remetem o lado do caos. Na parede, a arte expressa o que vivemos nesse momento atual: a abelha que carrega o mundo nas costas. Papéis de paredes texturizados e o projeto luminotécnico dão um show à parte.

Refúgio Urbano Forma Legno, de Ninha Chiozzini (Foto Jefferson Ohara) Mais uma estonteante combinação da madeira e do mármore. O contato natural da madeira e do verde alia-se ao design e à tecnologia para criar um ambiente de serenidade e aconchego.

Loft da Varanda, de Renan Mutao, Bianca Moraes e Ary Polis Jacobs Celebrar a brasilidade, designers e artistas locais e, promover conexões, foi o mote para a concepção deste projeto. A ausência de barreiras que delimitassem os ambientes, privilegiou a convivência, promovendo o uso múltiplo, dos espaços. Criar um jardim, no coração do Loft, trouxe um respiro que convida a fazer uma pausa e relaxar, conecta as pessoas com a natureza.

O Jardim, de Thiago Zoller (Foto Divulgação) Cheio de personalidade e características exclusivas, é formado por uma variedade de plantas áridas, exóticas e tropicais. No coração do jardim se encontra uma Oliveira de 250 anos, repleta de história. O espaço propõe que o visitante se reconecte cada vez mais com suas raízes e com a beleza da natureza em sua volta.

Quarto do Casal Reveev, de Viviane Busch(Foto Patricia Amancio) A experiência sensorial do espaço propõe calma, tranquilidade, aconchego e sofisticação, através de cores, texturas e até o mesmo cheiro. O ambiente foi setorizado em área de office, descanso, meditação e closet, traduzindo muita versatilidade e originalidade. Volume da lareira de mármore branco Paraná Macchia Vecchia, com painel de Pietra Fina feito a partir do branco Paraná Macchia Oro (Grupo Paraná e Maxi Marmoraria) A tela é de Juarez Machado.
 
Lounge VIP, de Viviane Tabalipa (Foto Gerson Lima) Também projetado dentro da antiga piscina, permite uma visão de alto em toda sua extensão. Uso de elementos artesanais e texturas relacionados às memórias afetivas. Ponto alto do projeto são as estruturas de fibra natural, as ocas-lounges, onde as pessoas desfrutam de um ambiente mais intimista e acolhedor. Ladeando todo o espaço, tapetes da Botteh.

Alameda e Praça, de Wolfgang Schlogel (Foto divulgação) Uma intervenção artística rica em cores mesclada com exótica vegetação, alta performance audiovisual, numa inédita conceituação para ilustrar uma passarela tecnológica.

SERVIÇO

Data: de 5 de setembro a 17 de outubro de 2021 Rua Álvaro Alvim, nº 91 – Seminário, Curitiba/Paraná

Horários: de terça a sábado, das 13h às 21h

Ingressos: vendas online, mediante agendamento prévio de horário por meio do link https://casacorparana.byinti.com @casacorpr

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *